domingo, 9 de fevereiro de 2020

a poesia fulinaímica de Artur Gomes em Mallarmargens



A poesia Fulinaímica
 de Artur Gomes 
em Mallarmargens


"um poema mallarmaico
satírico lírico hebraico
onde voz nenhuma me alcance
um lance de dedos nos dados
uns dados de dedos no lance"

leia mais:


Amanda Vital


holocausto

quem se alimenta
dessa dor
desse horror
desse holocausto

desse país em ruínas
da exploração dessas minas
defloração desse cabaço

quem avalisa o des(governo)
simboliza esse fracasso?


fulinaíma
é pau é  pedra
punção na rima
punk rock

em São Paulo as pedras quando roam pelos céus de nossas bocas meu irmão fulinaíma azeita o caldo da mistura para fazer o que não jazz ainda soul fulinaíma  é punk rock dançando fado em bossa nova feito blues para pintar a pele branca de vermelho e re-pintar a pele preta de azuis

Federico Baudelaire

FULINAIMAGEM

mais breve que
                      ponteiros de relógios
o amor roeu os ossos
comeu a cartilagem
                  da linguagem dos negócios

minha vida de cachorro
não está pra peixe inteligente
tenho chorado
                         as mortes que não tive
                         o morto que ainda vive

tem gente que aterroriza
minha pobre paciência
                        tamanha a indecência
dos seus discursos de bestas
da sua língua de bosta

Artur Gomes
Fulinaíma MultiProjetos
portalfulinaima@gmail.com
(22)99815-1268 - whatsapp










sábado, 1 de fevereiro de 2020

Zeus me livre



Zeus me livre

Zeus me livre
dessa trágica comédia brasiliense
prefiro o nonsense - a patafísica
o teatro do absurdo de Ionesco, Arrabal
Fando e Liz, A Cantora Careca
As Cadeiras, A lição, Rinoceronte

As Mortes do Tanussi
me removem cicatrizes
como dias mais felizes¿
se Belo Horizonte chora
a morte de 56 mineiros
e o Espírito Santo também chora
os corpos soterrados pela lama
essa tragédia social

os 270 mortos em Brumadinho
mostram que no brazyl
há muita lama no meio do caminho

Artur Gomes
 Fulinaíma MultiProjetos
portalfulinaima@gmail.com
(22)99815-1268 - whatsapp



sábado, 4 de janeiro de 2020

poéticas



Poética 57

toda vez que escrevo
é nela que penso
tranquilo ou tenso
a palavra cria direção
para o sol ou vento
para o mar ou terra
ou mesmo ao infinito
silêncio ou grito
palavra liberdade
enxada foice faca facão
poema fogo
nesse corpo brasa
águia nas montanhas
admirando o chão

Artur Fulinaíma


teatro do absurdo
eu faço
com minha língua foice
com os meus dedos facas
com minha carne barro
e
tiro um sarro
da tua cara de vaca
desse seu corpo de morte
desse seus olhos de marte
dessa sua realidade
faço o meu surrealismo
na construção da minha Arte

Artur Fulinaíma



travessura

hoje não estou
pra qualquer trampo
trepo nas tripas do vento
nem que seja pensamento
vou pra Curitiba
encontrar o Hélio Letes
a minha cara metade
minha face mais a vera
metade da minha cara
poesia é o  salto de uma vara
ou o auto de uma fera

Federico Baudelaire



Júlia

Júlia poderia ter sido
a face completa do f
a outra face do s
se soubesse o que significa
ler um livro de Herman Hesse

Federico Baudelaire




viagem
enquanto puder
pego esse trem de ferro
sem choro sem berro
e vou
onde as asas do vento
me levar
pernambuco ceará
será rio sampa mar
Xangô Yemanjá
pedra - águas de mel e sal
meu bem meu mal
levo pra me entregar no carnaval

Artur Gomes


quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

poética 58



poética 58

se a negritude ameríndia
do meu canto
lhe causa desconforto
insana criatura
não se assuste com essa química
isso se chama Sagaranagens Fulinaímicas
meu girassol de metáforas
meu caldeirão de misturas

Artur Gomes
Fulinaíma MultiProjetos

portalfulinaima@gmail.com
(22)99815-1268 - whatsapp

www.fulinaimicas.blogspot.com





domingo, 1 de dezembro de 2019

poesia proibida



Poesia Proibida

é um curta de Jiddu Saldanha em parceria com Artur Gomes, para o seu projeto Cinema Possível. A parceria dos dois começou em 2007, quando  Artur Gomes voltou de Brasília com uma pequena câmera cannon de 5 mega pixels comprada numa feira na periferia do distrito federal. A partir daí começaram os delírios audiovisuais dessa parceria inusitada.

Poesia Proibida começou a ser filmado em Cabo Frio, naquele mesmo ano de 2007, e as primeiras aventuras  da dupla: mímico/poeta foram podemos assim dizer hilárias, que já assistiu os delírios em TROPICALIRISMO  sabe do que estou falando. Poesia Proibida, tem cenas filmadas em Cabo Frio, Lapa, e Parque das Ruínas, num domingo de Rock e Poesia, com diversas participações inusitadas de Fil Buc (filho de Artur Gomes), Hilda Cequeira, May Pasquetti, Marisa Vieira, Margareth Bravo e muitas outras.

O título : Poesia Proibida, com certeza vem do poema Carne Proibida, do livro Suor & Cio de 1985, um dos poemas de Artur Gomes, que Jiddu Saldanha gosta de falar. O Proibido na obra poética de Artur Gomes, vem desde a décadas de 70/80 quando ainda linotipista na então Escola Técnica Federal de Campos, teve diversas de suas peças proibidas de ser encenadas com os estudantes  da ETFC que ele cooptava para o início da sua trajetória com  Teatro.

Carne Proibida

o preço atual
proíbes que me comas
mas pra ti estou de graça
pra ti não tenho preço
sou eu quem me ofereço
a ti: músculo & osso
leva-me à boca
e completa do teu almoço

do livro Suor & Cio
MVPB Edições 1985

Fulinaíma MultiProjetos
portalfulinaima@gmail.com
(22)99815-1268 - whatsapp










quinta-feira, 28 de novembro de 2019

santa loucura santa


Santa Loucura Santa
Hoje 0 28 de novembro - 19h
Santa Paciência Casa Criativa
Rua Barão de Miracema, 81
Campos dos Goytacazes-RJ
Arte A Santa Loucura (Artur Gomes)

O intuito do evento que acontece hoje na Santa Paciência é angariar doações para a festa de Natal para os internos do Hospital Abrigo João Vianna

Ulli Marques
Jornal Terceira Via

A um mês do Natal, data marcada pela celebração do amor ao próximo, um médico e um poeta de Campos, sensíveis às necessidades do outro, agem conforme suas profissões: voltam os olhos tolerantes àqueles que, comumente,  muitos julgam e poucos se lembram.

No dia 18 de dezembro de 2019, os internos do Hospital Abrigo João Vianna devem ter um Natal digno.  E para ajudar a organizar uma farta festa, Dr. César Ronald e Artur Gomes promovem hoje dia 28 de novembro a partir das 19h um Sarau a fim de angariar doações.

Trata-se da Santa Loucura Santa que acontecerá no espaço cultural, Santa Paciência Casa Criativa, situada na Rua Barão de Miracema, 81, a partir das 19h.

Segundo o Dr. César Ronald, apresentador do programa Mais Saúde da 3ª Via TV, a ideia de proporcionar esse Natal aos internos do Abrigo João Vianna, surge da óbvia constatação de que a vulnerabilidade desses pacientes não lhes tira o direito ao carinho. Assim, com o intuito de oferecer a eles o que todo ser humano merece,  o médico,  sensibilizado convidou outro homem também tocado pela causa.

Juntos o médico e o poeta Artur Gomes, que há anos empenha-se  a ajudar o hospital, idealizaram o Sarau. O objetivo é receber doações de alimentos, roupas e materiais de limpeza, e não somente ajudar a manter a casa, mas também realizar uma ceia natalina.

Segundo o atual administrador do Hospital Abrigo João Vianna, Edilson Cruz, hoje a instituição atende a 70 internos e mantê-los com dignidade não é uma tarefa simples. "A situação do Hospital é bem delicada, pois os funcionários estão sem receber há meses e sem 13º desde 2017. Mas, apesar disso percebemos que o carinho que os funcionários têm pelos internos supera um pouco as dificuldades, tanto que ainda não foi cogitada a possibilidade de fazer greve, por exemplo. No mais, as nossas  maiores necessidades são referentes a materiais de limpeza e higiene pessoal, por isso pedimos para que as pessoas ajudem principalmente com esses ítens". Afirmou Edilson.

Confluir, então, a ajuda material, tão necessária, à ajuda material tão necessária, à dedicação e o amor ao próximo, atitudes intimamente relacionadas à energia do Natal, é a missão desse projeto. O Sarau Santa Loucura Santa, deve reunir poetas, músicos, atores e artistas em geral que se apresentarão para toda a população de Campos que está convidada a participar e fazer as suas doações.

"As pessoas, a maioria delas, não sabem como é difícil manter o Hospital Abrigo João Vianna aberto. Essa instituição tradicional sobrevive a crises de toda ordem para proporcionar dignidade àquelas pessoas em situação vulnerável. O mínimo que podemos fazer  é doarmos nosso tempo, nossa força de trabalho e alguns poucos recursos que, para nós, pouco significam, mas garantem a eles o básico.

Estou muito feliz, emocionado e ansioso para ajudar mais uma vez essa causa nobre. Dr. César Ronald é um amigo de longas caminhadas e de luta por uma sociedade mais humana e quando ele me fez o convite, não poderia ficar de fora. Espero que muitos também sejam tocados e se mobilizem para ouvir boa música, poesia e se engajar com a gente nessa campanha", declarou o poeta Artur Gomes.

Jura Secreta 14
do livro Juras Secretas
Editora Penalux - 2018

eu te desejo flores lírios brancos 
margaridas girassóis rosas vermelhas 
e tudo quanto pétala 
asas estrelas borboletas 
alecrim bem-me-quer e alfazema 

eu te desejo emblema 
deste poema desvairado 
com teu cheiro teu perfume 
teu sabor teu suor tua doçura 

e na mais santa loucura 
declarar-te amor até os ossos 

eu te desejo e posso : 
palavrArte até a morte 
enquanto a vida nos procura 

obs.: de público queremos agradecer ao querido amigo  Fernando Loureiro,  pelo seu empenho para que a ACIC este ano destine as suas doações ao Hospital Abrigo João Vianna.

Fulinaíma MultiProjetos
portalfulinaima@gmail.com
(22)99815-1268 - whatsapp





terça-feira, 19 de novembro de 2019

santa loucura santa






Jura secreta 14 
eu te desejo flores lírios brancos 
margaridas girassóis rosas vermelhas 
e tudo quanto pétala 
asas estrelas borboletas 
alecrim bem-me-quer e alfazema 

eu te desejo emblema 
deste poema desvairado 
com teu cheiro teu perfume 
teu sabor teu suor tua doçura 

e na mais santa loucura 
declarar-te amor até os ossos 

eu te desejo e posso : 
palavrArte até a morte 
enquanto a vida nos procura 


Arur Gomes
do livro Juras Secretas
Editora Penalux - 2018
Fulinaíma MultiProjetos
portalfulinaima@gmail.com
(22)99815-1268 - whatsapp 
Santa Loucura Santa